Balada Pessoal

Certo dia estava lendo o relato de um jovem de 20 e poucos anos que se sentia totalmente deslocado por não gostar de “baladas” e estar procurando uma garota para namorar, não apenas “curtir”. Ele queria saber se isso era normal, se ele estava errado e se ele iria se arrepender de “não curtir” no futuro.

Na época que eu tinha essa idade, frequentava quase que semanalmente essas “baladas”. Sempre foram ambientes totalmente artificiais e desconfortáveis para mim. Frequentava por entender que era o “certo” e que eu “devia” fazê-lo, por me dizerem que “era ali que eu ia conhecer pessoas”.

Entretanto, apesar de me sentir bastante solitário, sabia que não iria encontrar “pessoas” lá. O ambiente era ruim para socializar, pois havia muito barulho e assim eu não poderia usar meu tradicional sarcasmo e bom humor. Então o que eu normalmente fazia era encher a cara e ficar observando.

Até que mais para frente, comecei a sair das baladas mais cedo. Comprar cerveja, batatinha e ir para casa ficar no ICQ conversando com pessoas com quem eu tinha afinidade. Era muito mais agradável.

alcoolatra_phEu com cerca de 21 anos tomando cerveja ruim em casa na frente do computador.

Com o tempo abandonei de vez essas “baladas” e comecei a ter esses questionamentos que o jovem teve. Com a internet cada vez mais presente, era claro para mim que por ali era o caminho para eu poder encontrar com mais facilidade pessoas mais parecidas comigo, mas a sociedade me dizia que era errado. “Como você não vai para balada? Lá que você vai achar namorada”.

Ora bolas, as pessoas com quem eu me identificaria estariam fazendo as coisas que eu gostaria de fazer e não indo para balada, não é mesmo?

Preciso contextualizar, era início dos anos 2000, então Internet ainda era algo longe das massas e vista como “coisa de nerd” de forma bastante pejorativa. Hoje as mesmas pessoas que criticavam, postam todas suas vidas nas redes sociais enquanto eu me mantenho um tanto quanto discreto. O mundo dá voltas.

Hoje entendo que aquelas experiências das “baladas” foram necessárias para formação do meu caráter e conhecimento do mundo em que estou inserido. Se eu não tivesse passado aquele tempo naqueles lugares, não teria essa visão hoje. Não entenderia que cada ser humano constrói seu caminho em busca da lapidação da sua joia interior.

O caminho certo é simplesmente aquele que te aproxima mais da tua alma. Seja na balada, na Internet, na caminhada no parque, no futebol ou na praia!

O certo a eu fazer pode ser errado a você e vice-versa!

Então, respondendo ao questionamento do rapaz sobre “baladas”, “curtir” e tudo mais: O conceito de “curtir” é totalmente relativo. Para mim, beijar uma moça que havia recém conhecido e talvez nunca mais falar com ela, era bizarro. Ir para um ambiente com música horrível, ser obrigado a vestir roupas que eu não gostava de usar apenas para poder entrar no lugar e, apesar dos amigos, ter que estar com tantas outras pessoas desagradáveis, não era exatamente “curtir”. O que eu gostava dessas saídas era a cerveja e poder conversar com os amigos quando não estávamos no meio do caos da música alta. E isso eu poderia fazer de casa, com outros amigos, música boa e cerveja mais barata.

Por isso, siga o teu caminho. Busque a tua felicidade pessoal. Fórmula mágica não existe e o molde social é simplesmente um padrão que normalmente as pessoas fazem e funciona para as pessoas adequadas a esse molde. Eventualmente elas poderão te julgar e criticar, mas entenda que isso não é feito por maldade. É apenas a ignorância com o diferente, o sentimento de ameaça pelo desconhecido. Você e eu fazemos isso também em outras oportunidades.

O importante é seguir tua alma. É procurar pessoas como tu fazendo as coisas que tu farias! Se alguém procura o mar, vai à praia, não à montanha. Se alguém te procura, vai aonde?

Siga teu coração e teus princípios. Seja feliz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s